terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Cuidado com os idiotas



           Os psicólogos sociais ensinam que os indivíduos possuem várias identidades, podem se tornar muitas coisas. Por exemplo, alguns indivíduos tornam-se verdadeiros idiotas quando assumem o volante do carro.
           Por isso eu digo: cuidado com os idiotas. Eles voam a 80 na faixa esquerda para logo ali à direita ter que virar. E eu não sei como é que não viram o carro! Eles te cortam, te tiram finos, cheiram seu rabo te pondo o farol alto, te buzinam no instante em que o sinal verde abriu, eles aceleram quando você atravessa na faixa. E só muita reza contra os idiotas, porque eles se materializam feito exu-caveira nas esquinas... Caveira não, tranca-rua é o nome desse I.: na rua, ele fica parado ao lado de outro estacionado, ele passa e arranca o retrovisor do seu carro parado, ele, em duas vagas, estaciona com um só carro.
          Outro exemplo é que alguns indivíduos tornam-se bem idiotas ao assumirem as rédeas de uma chefia. Rédeas, porque tentam conduzir os outros como cavalos. Cavalos eles, jumentlemen I say. Cuidado com os idiotas... Eles te darão trabalho e roubarão seu mérito. Eles te darão a culpa quando o erro foi deles. Eles vão teimar numa coisa, vão dizer 'não' até o fim, até que enfim só vão se convencer quando você os convencer de que aquela ideia sua era a deles desde o começo. Olhem o I., cuidado... Ele espera você errar só pra depois te dar aquela dica simples; e então pergunta por que você não pensou naquilo antes, era tão óbvio, qualquer idiota teria tido aquela ideia.
          Com os idiotas, muita atenção... Milagrosamente eles te cumprimentaram, perguntaram o que você anda fazendo? Não se alongue na resposta. Observe como tão logo eles linda e longamente irão deslindar todos os feitos deles, tão peritos, tão sempre prontos, tão para sempre príncipes. Pois não, Vossa Alteza agora quer um cafezinho? Esses I., vejam, detestam falsa modéstia. O indivíduo tem que mostrar quem ele é, fazer seu marketing pessoal. Eles dizem “Modéstia às favas” quando todos esperávamos “Modéstia à parte”, mas o que realmente esperávamos era só um pouco de modéstia. Deixa eu adivinhar: diante desse I.ndivíduo você se sentiu invisível como uma bolinha de catarro amassada no chão? Não estranhe, o Idiota gera em nós esse efeito.
              Mas sim, os belos idiotas, eles nos cativam, são muito admiráveis. São tão atletas, sempre limpos, tão saudáveis, sempre bem. E nós aqui... como porcos suados depois de subir algumas escadas. Eles escrevem muito bem, falam muito bem, dançam muito bem, eles sabem lançar aquele sorriso. E nós aqui... tecendo garranchos e gaguejando, trocando os pés e desviando o olhar. É... realmente os idiotas são muito admiráveis... São feito cobras ou leões, de longe muito admiráveis.

5 comentários:

  1. Ah, basta um passeio na hora do rush para conhecer uma infinidade de idiotas!
    Dia desses entrei num estacionamento e uma família estacionou numa vaga para deficientes físicos (e ali ao lado visíveis vagas comuns, cara, tantas opções!), e do carro só saíram deficientes morais... Daí, na saída, outra sacanagem: vi um gato sob um carro, ante um pneu, e fui correndo tirar o bichano. Pois o motorista, que já ligava o carro para sair do estacionamento, gritou fulo para que eu saísse do meio. Avisei que ele atropelaria um animal, só queria tirá-lo dali, e o filho da puta gritou: "Porra de gato!", e avançou, comigo na frente do carro, o gato assustado correndo para cima das rodas, seu rabo raspou no pneu, escapando por pouco. Tive de sair do caminho também, pois quase o retrovisor me acerta. E esse ogro trazia consigo diversas crianças no veículo. Gostaria que sua aula de imbecilidades não fossem aprendidas por suas crias... E que aqueles "idiotas", os mencionados no último parágrafo desse seu bom texto, sejam seus verdadeiros professores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso que eu digo: cuidado com os idiotas, porque eles podem te atropelar e ainda vão ficar putos contigo porque você sujou-lhes a lataria.

      Excluir
  2. Ah, e como é fácil esbarrar com os idiotas... Dessas facilidades que a gente dispensa com todo prazer.
    No mais, ri com meus botões aqui com o "modéstia às favas". 😊

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito fácil! Tão fácil que eu gosto de tomar cuidado pra não virar um!

      Excluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir